Cartazes mandam população ficar em casa durante evento Rio + 20

Cartazes mandam população ficar em casa durante evento Rio + 20

Panfleto usa indevidamente logo da prefeitura, diz assessoria

A Prefeitura do Rio informou na noite desta terça-feira (12) que não é a responsável pela produção, distribuição ou colagem dos cartazes encontrados em muros e postes de ruas do Centro da cidade, com a logomarca da prefeitura e a frase: ?Na Rio+20 mantenha a cidade limpa, fique em casa?.

"A prefeitura não reconhece sua autoria nem compartilha da mensagem nele divulgada. A colagem desse tipo de cartaz é ilegal e fere a Legislação de Posturas Municipais", afirmou a prefeitura, em nota, acrescentando que a Comlurb foi chamada e "trabalha na retirada os cartazes e limpeza dos locais onde eles foram afixados".

Esquema de trânsito será antecipado

Após reunião com o secretário-geral da ONU para a Conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável, Sha Zukang, na manhã desta terça, o prefeito Eduardo Paes disse que deve antecipar as alterações no tráfego da cidade. Inicialmente, as mudanças estavam previstas para acontecer a partir de 20 de junho.

Segundo Paes, na quarta-feira (13) serão divulgadas as mudanças no trânsito da cidade durante o evento. ?Dia 19 chegarão cerca de 70 chefes de estado, quase metade dos que participarão da conferência. Havia uma preparação da Prefeitura para quarta (20), quinta (21) e sexta (22). Amanhã (13), a CET-Rio vai apresentar as alterações que serão feitas no período?, explicou Paes.

O prefeito também anunciou que, a partir de quarta, todos os taxistas legalizados estão liberados para operar na área de embarque e desembarque do Aeroporto Internacional Tom Jobim, visando a atender o aumento da demanda no local em função da Rio+20.

Fonte: G1