Chuvas causam prejuízos incalculáveis em automóveis

Chuvas causam prejuízos incalculáveis em automóveis

As chuvas acabam pegando muita gente de surpresa e o crescimento da demanda no período chuvoso chega a 20% acima do normal

Os fortes temporais que caíram recentemente em Teresina também penalizaram os motoristas. As vias de trânsito foram tomadas pelo grande nível de água. Na zona leste, por exemplo, o nível sobe ao ponto de impedir o deslocamento dos veículos.

As chuvas acabam pegando muita gente de surpresa e o crescimento da demanda no período chuvoso chega a 20% acima do normal. Com os alagamentos, se houver quebra do motor, os prejuízos podem alcançar 70% do valor do veículo.

Um gerente de serviços de uma oficina autorizada de Teresina explica que os prejuízos são incalculáveis. ?Se o nível da água for acima do permitido, que é a metade do pneu (recomendado pelo manual), o veículo pode ter problemas nas partes elétricas e móveis, o que pode vir causar danos de modo que o carro não vai ter bom rendimento.?

Em janeiro, em uma oficina da zona leste, o aumento foi de 3% de carros com motores quebrados, desse total, 18% por causa das chuvas, o que inclui oxidação e choque térmico, causando rachaduras, trincas e, na maioria das vezes, reposição das peças.

VEJA A REPORTAGEM COM A JORNALISTA EUGÊNIA REIS

Fonte: Denison Duarte