Cão pit bull dado de presente pela filha mata o próprio dono em GO

Animal foi recolhido pela zoonose, que vai verificar se ele contraiu raiva.

Um cachorro da raça pit bull matou o dono, nesta quinta-feira (5), em Luziânia, cidade goiana no Entorno do Distrito Federal. O corpo do comerciante José Felix da Silva, 50 anos, foi encontrado pela filha, a cabeleireira Keila de Oliveira, quando ela tentava entrar na residência para visitá-lo, no Parque Mingone. O animal foi dado por ela ao pai.

Segundo a Polícia Militar (PM), o ataque foi tão violento que o rosto do comerciante ficou totalmente desfigurado e algumas partes do corpo foram arrancadas pelo animal. O soldado Gilmar Rodrigues conta que quando chegou ao local o cão ainda agredia o dono.

A PM atendeu a ocorrência após ser acionada pela filha da vítima. Keila havia ido visitar o pai. Assim que abriu o portão, viu o corpo, mas o cachorro estava muito agressivo e não deixou que ela entrasse na casa. "Eu gritei muito, corri para a casa da vizinha e fiquei muito nervosa. Eu quis entrar, mas não entrei porque estava trancado com cadeado. O cachorro estava me estranhando. Ele estava muito agressivo, não podia nem chegar próximo ao corpo", contou Keila de Oliveira.

Presente

O animal havia sido um presente de Keila para dar mais segurança ao pai. Ele estava com a vítima há cerca de um ano. Segundo a família, o comerciante era alcoólatra e morava em um bairro perigoso da periferia Luziânia. Keila encontrou o corpo do pai por volta das 10h. Mas ela acredita que ele tenha morrido durante a noite.

Um amigo da vítima, o funcionário público Eucino Ribeiro Maia, diz que José Félix costumava brincar com o cachorro quando chegava bêbado em casa. No momento do ataque, o comerciante estava sozinho com o pit bull.

O pit bull foi recolhido pelos servidores do Centro de Zoonoses de Luziânia. Ele deverá passar por exames para verificar a possibilidade de ter contraído raiva nos últimos dias.

Fonte: G1