"Obra no São Marcos estava legalizada", diz presidente do Crea

"Obra no São Marcos estava legalizada", diz presidente do Crea

"Obra no São Marcos estava legalizada", diz presidente do Crea

Um desabamento na obra de ampliação do Hospital São Marcos, na Zona Sul de Teresina na manhã dessa quinta (12), resultou na morte do operário Edivan Batista do Nascimento, de 35 anos que residia em Timon ? MA. O presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA), Paulo Roberto Ferreira de Oliveira em entrevista ao meionorte.com afirmou as providencias que serão tomadas pelo conselho e quais as possíveis penalidades caso seja confirmado erros técnicos na execução da obra.

?Isolaremos o local, conversaremos com os responsáveis, será feito perícia e aguardaremos os resultados dos laudos para confirmarmos se houve erro técnico ou foi uma fatalidade?, afirmou o presidente. Segundo Paulo Roberto, a obra estava legalizada pelo CREA e que no local havia um engenheiro de trabalho responsável pela segurança no local.

Apesar do pouco tempo do desabamento, analisar possíveis penalidades seria prematuro, mas o presidente declarou que o ocorrido não ficará sem uma resposta para a sociedade, ?Caso seja confirmado o erro humano, as penalidades podem variar de entre uma advertência até a cassação do registro do engenheiro ou da empresa responsável, estamos trabalhando junto ao Ministério do Trabalho, mas aguardaremos os resultados dos laudos não queremos denegrir a imagem de ninguém precipitadamente?, concluiu o presidente do CREA.









Fonte: Waldelúcio Barbosa