Presidente ouve aplausos e gritos de 'Fora, Temer' em desfile

Parte do público do 7 de Setembro gritou 'Fora, Temer'

O presidente da República, Michel Temer, chegou às 9h desta quarta-feira ao palanque oficial para dar início ao desfile militar de 7 de Setembro, em comemoração aos 194 anos da independência, em Brasília.

Assim que ele chegou, parte do público de uma das arquibancadas gritou "Fora Temer" e "golpista". Outra parte reagiu, aplaudindo o presidente e gritando "Fora, comunistas" e "Nossa bandeira jamais será vermelha".

O evento do 7 de Setembro foi a primeira aparição pública depois de ter sido empossado presidente após o impeachment de Dilma Rousseff. Logo depois da posse, no último dia 31, ele viajou para a China, onde participou do encontro de cúpula do G20 (grupo das 20 maiores economias do mundo) e chegou de volta ao Brasil nesta terça-feira (6).

Sem usar a faixa presidencial, Temer se postou no palanque ao lado da mulher Marcela, o casal não levou o filho Michelzinho, e do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), para ouvir o Hino Nacional. Também estavam no palanque o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e ministros do governo.

O presidente abriu mão da tradição de usar o Rolls Royce da Presidência da República. Com uma capota conversível, o automóvel geralmente é utilizado nas posses presidenciais e também em datas comemorativas. Ele se deslocou até o palanque em um carro fechado. O Palácio do Planalto não explicou o que motivou a decisão de Temer.


Temer no palanque, ao lado da mulher Marcela e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (Crédito: Agência Brasil)
Temer no palanque, ao lado da mulher Marcela e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (Crédito: Agência Brasil)


Fonte: Com informações do G1