Presos fazem greve de fome por TV, sanduicheira e ventilador nas celas

A pauta exige TV, ventilador, sanduicheira e ponto de energia em cada uma das celas.

Presos de cinco unidades do Ceará iniciaram uma greve de fome organizada, na tarde da última terça-feira (19), para fazer uma série de reivindicações às autoridades. Entre os pedidos dos presos está a inclusão de sanduicheira, TV e ventilador em cada uma das celas. O Estado não acatou o pedido.

Segundo a Sejus (Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará), das cinco unidades, quatro encerraram a greve de fome até a manhã desta quinta-feira (21). A única que ainda mantém o protesto é a Casa de Privação Provisória de Liberdade 1, onde cerca de mil presos não comem há mais de 36 horas.

Em duas das unidades, os presos aceitaram café-da-manhã nesta quinta. Já em outras duas, a greve de fome foi encerrada na noite dessa quarta-feira (20).

Segundo a secretaria as direções e comissões de negociação das unidades receberam a lista de reivindicações dos presos. A pauta exige TV, ventilador, sanduicheira e ponto de energia em cada uma das celas; melhoria na entrada de visitas e na alimentação fornecida pelo Estado; e visita às quartas-feiras para presos provisórios.

Para a Sejus, porém, a greve de fome estaria ligada ao "grande aumento de apreensões de artigos irregulares nas unidades, com a intensificação de vistorias e revistas nos visitantes, a aquisição de novos aparelhos (câmeras de vídeo, raquetes, raio X, bodyscanner) e a formalização do Grupo de Apoio Penitenciário --grupo de elite formado por agentes penitenciários, para fins de vistorias, contenção de motins e escolta."

Segundo o órgão, as vistorias resultaram na apreensão de 3.158 celulares em 2012. Sobre a entrada de objetos irregulares, a secretaria disse que está se esforçando "na contenção dos fatores que os provocam", com a demissão de quatro agentes penitenciários envolvidos em transgressões disciplinares.

Fonte: UOL