Previsão aponta mais chuvas no Piauí

Cerca de 2.600 quilos de alimentos foram distribuídos ontem às vítimas das enchentes

As chuvas voltam a atingir as Regiões Norte e Nordeste do País no começo desta semana, segundo previsão do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), com destaque para as chuvas no nordeste da Bahia, Sergipe e Alagoas. Entre nordeste do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e nordeste da Bahia, incluindo o Recôncavo Baiano, esperam-se chuvas significativas. Ceará, Bahia, Maranhão e Piauí são alguns dos Estados mais atingidos pelas chuvas nas últimas semanas no País, temporais que provocaram enchentes e mortes e deixaram desabrigados.

No Sul do Brasil, a previsão é de sol e calor com pancadas de chuva no norte e oeste do Paraná e oeste de Santa Catarina. Também esperam-se pancadas de chuva no final do dia entre o oeste e sul do Rio Grande do Sul, devido à instabilidade pré-frontal, área que passa for um período de escassez de chuvas. Entre o Centro-Oeste e o Sudeste espera-se um dia de sol, mas haverá possibilidade de pancadas localizadas de chuva. As temperaturas estarão estáveis.

Piauí

Cerca de 2.600 quilos de alimentos foram distribuídos ontem às vítimas das enchentes nas comunidades Alegria e Humaitá, zona sul de Teresina, no Piauí. Plantações de arroz, milho, mandioca e feijão foram levadas pelas enchentes, segundo informações da Defesa Civil do Estado, que organizou a distribuição das doações.

Segundo o lavrador Francisco Mesquita de Sousa, morador da comunidade Humaitá, toda a sua roça foi perdida nas chuvas. "A ajuda chegou em boa hora, pois minha família já estava passando fome. Esta foi a primeira cesta que recebemos e ainda precisamos recuperar nossa plantação, que é o que sustentava todos na minha casa", disse. Segundo dados da Defesa Civil, 37 municípios estão em situação de emergência por conta das chuvas, que já afetaram 60.155 pessoas. Deste total, 4.149 estão desabrigadas e 9.681 estão desalojadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br