Primeira defesa de dissertação acontece nesta sexta-feira

Lógica de formação de governos é o tema abordado

A primeira defesa de dissertação do Programa de Mestrado em Ciência Política da Universidade Federal do Piauí (UFPI) acontecerá nesta sexta-feira (09). O mestrando Vítor Sandes, sob orientação do professor Cleber de Deus, apresentará à banca examinadora o trabalho cujo tema é "A lógica da formação de governos no estado do Piauí de 1987 a 2007". A defesa ocorrerá a partir das 15h, no auditório Noé Mendes, no Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL).

A primeira dissertação de Mestrado em Ciência Política analisa o processo de formação de governos ao longo de 20 anos. A pesquisa tem como pressuposto o arranjo formado em 1980 com democratização do país, que possibilitou a entrada de novos atores políticos tanto na disputa do governo federal quanto estadual.

Para análise da formação dos governos entre os anos de 1987 e 2007, Vítor Sandes considerou os cargos eletivos e não eletivos. O primeiro diz respeito aos chefes do Executivo e as bancadas eleitas do Legislativo estadual, enquanto o segundo refere-se aos nomeados para ocupar as Secretarias de Estado. "Analisei a formação de governos e as secretarias. A partir daí, verifiquei os padrões na nomeação de partidários para a composição do secretariado", afirmou o mestrando.

Depois de dois anos de pesquisas, Vítor constatou que a lógica de formação de governos segue um padrão partidário, havendo uma desproporção entre o número de cadeiras conseguidas na ALEPI e os postos ocupados pelo partido do governador nas secretarias do governo. "O chefe do executivo tende a nomear a grande maioria do seu secretariado com filiados ao seu partido", diz em sua dissertação.

O trabalho de Vítor, aliás, preenche a escassez de trabalhos acadêmicos sobre a política piauiense. "Além de fazer uma análise da nossa política, a dissertação visa, em parte, suprir essa deficiência que nós temos", finalizou o mestrando.

Fonte: Carlos Rocha, Jornal Meio Norte