Primeiro transplante de cabeça da história está marcado para 2017

Cirurgia deve durar 36 horas com 150 médicos envolvidos

O primeiro transplante de cabeça da história deve acontecer em dezembro de 2017. O voluntário que terá a cabeça transplantada é Valery Spiridonov, russo de 30 anos que sofre de uma doença terminal chamada Síndrome de Werdnig-Hoffman. A doença deteriora neurônios e causa atrofia muscular, causando dificuldade de respirar e engolir.

Image title

A cirurgia vai durar 36 horas, e mais de 150 médicos e enfermeiros serão envolvidos na operação. Tanto a cabeça de Spiridonov quanto o corpo do doador devem ser refrigerados para evitar a deterioração, enquanto os cirurgiões reconectam veias e artérias das duas partes. Depois, o paciente deverá passar um mês em coma induzido para se recuperar.

O grande desafio será conseguir reconectar a medula espinhal com o novo corpo -- feito inédito na medicina.Outro neurocirurgião envolvido no processo, o chinês Xiaoping Ren, já realizou mais de 1 mil transplantes de cabeça em ratos. Apesar de os ratos terem conseguido engolir, respirar e enxergar após o procedimento, nenhum deles sobreviveu mais do que alguns minutos após a cirurgia.

Na cirurgia de Valery Spiridonov, a equipe médica pretende utilizar o polietilenoglicol, um composto com capacidade de fundir membranas de células gordurosas. O neurocientista à frente da operação, a equipe só fará a cirurgia quando houver 99% de certeza de que tudo será um sucesso.

Fonte: Com informações do Brasil Post