Professor piauiense deverá fazer o intercâmbio nos EUA

Se passar pela última etapa da seleção, ele será o único piauienses a ir para os Estados Unidos

ACOMPANHE A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DE SÁBADO (10/05) DO JORNAL MEIO NORTE.

Passar uma temporada em um país de língua inglesa é o sonho de muita gente, principalmente de quem atua nessa área, na docência. O professor Oselias de Sousa está prestes a realizar esse sonho. Se passar pela última etapa da seleção, ele será o único piauienses a ir para os Estados Unidos, através do Programa Líderes Internacionais em Educação - Brasil (International Leaders in Education Program ? Ilep).

O programa chegou ao Piauí por meio de uma parceria do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Educação e Cultura (Seduc), e o Departamento de Estado dos Estados Unidos. Para conseguir finalmente carimbar o passaporte, o professor precisará passar no teste de proficiência e ainda na última entrevista. ?Tem sido um caminho árduo, mas estou confiante. Os testes pelos quais já passei não foram fáceis e estou feliz de já ter chegado até aqui. É uma forma de ver todo o meu trabalho recompensado?, disse.

Eram quatro vagas destinadas para o Piauí. Apenas ele e mais uma professora de Teresina conseguiram iniciar a seleção. Mas apenas ele chegou à ultima etapa. ?Espero continuar com bons resultados, pois ir aos Estados Unidos é o sonho de qualquer professor de inglês. E essa temporada de cinco meses que prever o programa é melhor ainda. Já tive contato com nativos da língua aqui no Piauí mesmo, mas nunca pude sair do pais?, disse o professor que é natural de Landri Sales e percorre cerca de 60km para Jerumenha, onde ministra aulas de inglês na Escola Sebastião Rocha Leal.

Fonte: Pollyana Carvalho