Professor que trabalha como ator pornô é proibido de dar aula

Professor trabalhava como stripper e ator de filme pornô e enfrenta proibição em sala de aula

Bento Garrett, de 31 anos, era apenas conhecido como professor de educação sexual em uma escola secundária na Inglaterra. Mas o que poucos sabiam é que o homem tinha uma vida dupla: atuava como stripper e ator de filme pornô. Agora, Garrett é acusado de arrecadar dinheiro sob o pseudônimo "Johnny Anglais" e que tem site mostrando detalhes de seu trabalho como um stripper.

Segundo o Conselho Geral de Ensino do painel em Birmingham, Garrett "realizou um trabalho de natureza pornográfica e em lugar público", enquanto empregado pela Beal na High School, em Ilford, no condado de Essex, entre 1º de janeiro de 2008 e 16 de julho de 2010. Na audiência, o conselho disse ainda que Bento ultrapassava os limites da relação professor/aluno por sua postura fora das salas de aula. Garrett, por sua vez, disse estava sempre aberto para conversar com os alunos e até relembrou um episódio com um aluno de 7 anos. "O estudante me perguntou o que é um vibrador e eu respondi o que era", contou o professor, que acabou sendo suspenso da escola.





Fonte: Extra, extra.globo.com