Professor destrói objetos de loja por problemas na compra; assista

Professor destrói objetos de loja por problemas na compra; assista

Escritor Rodrigo Ciríaco diz que teve "dia de fúria" por atraso em entrega.

O professor e escritor Rodrigo Ciríaco, de 32 anos, publicou no sábado (29), no YouTube, um vídeo registrado por ele mesmo no qual aparece destruindo itens em loja da rede Dicico, que vende materiais de construção, na capital paulista. Segundo Ciríaco, o "dia de fúria" foi provocado por sucessivos problemas na entrega de produtos e, depois, na ausência do ressarcimento pelos produtos não entregues.

A empresa afirmou que não tinha pendência com produtos, mas admitiu que tinha um reembolso de R$ 600 a pagar ao consumidor. A Dicico diz que acionou seu departamento jurídico e vai responder em juízo.

A filmagem começa com Ciríaco ainda no estacionamento da loja na Radial Leste. "Eu juro que eu não queria fazer o que eu vou fazer. Mas é assim, às vezes a gente é tão humilhado", disse. Ele relatou ter feito uma compra de mais de R$ 4 mil e que parte dos itens não foi entregue no prazo.

Por causa do problema, ele disse que fez a compra dos itens que faltavam em uma loja concorrente e solicitou o reembolso para a Dicico. No vídeo, ele diz que esteve quatro vezes na loja para tentar resolver o problema e obter a devolução de R$ 1 mil. "Estão me falando que vão demorar de 15 a 20 dias. Uma humilhação", diz no vídeo, ainda no estacionamento.

Dentro da loja, as imagens mostram Ciríaco afirmando que não quer machucar ninguém, mas resolver o problema "pegando" os itens que comprou. "Não precisa me ressarcir não. (...) Eu comprei uma cuba dessa, mas como não me entregaram (no vídeo, ele quebra um item) estou levando para casa", disse.

A filmagem só termina após Ciríaco ter quebrado com um martelo outros itens. Funcionários tentaram convencer o jovem a não destruir os objetos, mas ele ressalta que não quer conversar porque, em outras oportunidades, não teria sido ouvido pelos responsáveis.

Nota da Dicico

Veja abaixo íntegra da nota enviada pela empresa:

"Em resposta ao vídeo publicado pelo Sr. Rodrigo Ciríaco, a Dicico informa que não há produto em pendência de entrega com o consumidor. Na verdade, o que havia era um acordo de ressarcimento do valor de R$ 600,00, com o qual a Dicico já tinha se comprometido. No transcorrer do período para o reembolso, a empresa foi surpreendida pela atitude demonstrada no vídeo: o consumidor quebrando produtos com uma marreta na loja. Felizmente, ninguém saiu ferido. A Dicico lamenta profundamente a atitude do consumidor e esclarece que já tomou todas as ações cabíveis junto ao seu departamento jurídico e vai se reservar ao direito de responder em juízo. A Dicico enfatiza seu respeito pelos consumidores e o compromisso com o melhor atendimento e satisfação de todos os seus clientes, princípio que rege as ações da companhia ao longo de 95 anos de história e está no dia a dia de suas 58 lojas."

Vídeo

Fonte: G1