"Profetas da chuva" preveem bom ano para agricultura no Nordeste

Meteorologista que acompanha trabalho do grupo diz que as previsões baseadas na natureza são de curto prazo.

Os chamados ?profetas da chuva? se reúnem neste sábado (14) em Quixadá, sertão central do Ceará, para divulgar previsões para o período chuvoso com base em elementos da natureza. Três deles antecipam as previsões e dizem que a estação chuvosa será boa para os agricultores do Ceará e do Nordeste. Meteorologista que acompanha trabalho do grupo diz que as previsões baseadas na natureza são de curto prazo.



Os 32 profetas que se encontram anualmente em Quixadá fazem leitura em plantas, insetos, ventos e nuvens para arriscar palpites. Erasmo Barreira, um dos profetas da chuva, diz que os pássaros da espécie joão-de-barro construíram seus ninhos com a entrada voltada para o poente, um sinal de bom período chuvoso, segundo ele. ?O joão-de-barro faz a entrada da casa voltada para poente para proteger os filhotes da chuva. Em 2012 teremos um ótimo inverno, até melhor do o de 2011?, diz.

O idealizador do encontro dos profetas da chuva, Élder dos Santos Cortez, diz que um métodos mais comuns de previsão é com o uso do sal de cozinha. Os profetas fazem seis montes de sal, equivalente aos meses de janeiro a julho. Na primeira chuva do ano, se um dos montes de sal absorver muita água significa que o mês referente àquela porção de sal será chuvoso; caso contrário, haverá estiagem naquele mesmo mês. Com base no sal, os profetas também preveem um bom ano para a agricultura no Ceará.

Já o dentista e profeta Paulo Costa aposta em uma metodologia menos comum. Em setembro, ele entra em um período de abstinência sexual e de oração diária para se purificar e ter a capacidade de fazer a leitura dos astros e das nuvens. Com base nessas leituras, Costa acredita que prevê a evolução do período chuvoso no Ceará.

De acordo com o idealizador e coordenador do evento, Élder dos Santos, 26 dos 32 profetas da chuva afirmaram em janeiro de 2011 que as chuvas seriam boas para a agricultura no ano passado. Neste ano, os profetas e a Secretaria do Desenvolvimento Agrário consideraram 2011 um bom ano para a agricultura, como previram os profetas.

Fonte: G1