Projeto do governo prevê mínimo de R$ 535 a partir de janeiro

De acordo com o Ministério do Planejamento, o cálculo feito leva em conta a projeção da inflação até dezembro

O projeto da LDO (Lei Diretrizes Orçamentárias) de 2011 enviado hoje ao Congresso prevê um salário mínimo de R$ 535,91 a partir de janeiro. Esse novo valor traz um aumento de 5,08% em relação ao atual piso salarial, que é de R$ 510.

De acordo com o Ministério do Planejamento, o cálculo feito leva em conta a projeção da inflação até dezembro e a variação do PIB de 2009. Como no ano passado, a economia encolheu 0,2%, o reajuste ficará muito próximo da taxa de inflação.

Para 2012, o salário mínimo projetado é de R$ 588,94. O valor estimado para 2013 é de R$ 649,29. As estimativas foram feitas considerando-se inflação anual de 4,5% para os próximos períodos. O crescimento do PIB esperado para o triênio 2011-2013 é de 5,5%. Para este ano, o governo estima que a economia crescerá 5,2%.

No projeto, onde estão previstas as metas fiscais para 2011-2013, a meta de superávit primário permanece em 3,3% do PIB para o período, com a possibilidade de abatimento dos investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e dos restos a pagar existentes no final de 2010.

Em termos nominais, a meta será de R$ 125 bilhões para o setor público consolidado.

Para o triênio, ainda ficaram definidos os seguintes parâmetros econômicos: crescimento do PIB de 5,5%; taxa de inflação de 4,5% e taxa de juros Selic, de 8,75%.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br