Projeto incentiva formação cultural de crianças e revela talentos

Atualmente temos 10 professores e 15 alunos integrantes da OVT

A Orquestra de Violões de Teresina (OVT), também tem o Palácio da Música como casa uma vez na semana. Ela é, na realidade, uma orquestra-escola formada por alunos que se destacam no projeto Violão na Escola, além de seus professores. A coordenação está a cargo do violonista e professor Ravi Annael e a regência sob a responsabilidade do também violonista e professor Filipe Vilarinho.

O projeto teve sua origem ainda em 2007, inicialmente idealizado pelo músico Erisvaldo Borges, violonista e professor que foi um dos pioneiros no cenário da música instrumental no Estado.

O time de professores é formado por um grupo de amigos, músicos violonistas, que já tinham certa experiência na docência do instrumento e que se uniram com o objetivo de ajudar na melhoria da formação cultural de crianças que muitas vezes não têm a oportunidade de acesso ao instrumento e à música.

“Os alunos do projeto são selecionados para integrar a orquestra a partir do melhor desempenho mostrado em sala nas aulas de violão. Atualmente temos 10 professores e 15 alunos integrantes da OVT”, comenta o coordenador Ravi Annael, ao frisar que, o projeto é importante para aproximar a comunidade deste tipo de cultura.

“De modo geral, a população tem pouco acesso à música instrumental de qualidade, chegando mesmo a desconhecer sua existência. Além de contribuir para diminuir essa lacuna, o projeto ainda proporciona a profissionalização para aqueles alunos que decidam trilhar por esse caminho”, completa.

A Orquestra de Violões mistura composições eruditas e populares de vários períodos e estilos: de Stravinsky a Baden Powell, de Bach a Tom Jobim. Boa parte do repertório é tocado com arranjos próprios, com adaptações de peças tradicionais para violão e orquestra de violões e de compositores renomados do meio violonístico.

“Realizamos cerca de 06 apresentações por semestre. Dentre as principais, temos apresentações no Projeto Concertos Matinais, no Palácio da Música a cada dois meses e apresentações de final de ano nas atividades culturais realizadas pela prefeitura de Teresina e Governo do Estado”, finaliza Ravi.


Image title

Image title

Fonte: Jornal Meio Norte