Promotor de Imperatriz garante tomar providencias contra ex funcionaria da Suzano por preconceito

Isabela estava há quase 8 anos juntamente com o esposo morando na cidade de Imperatriz trabalhando na Suzano Papel e Celulose.

O promotor Joaquim Junior usou sua pagina no facebook, demonstrando que atitude da Isabel Cardoso, no seu face e um fato considerado criminoso pela legislação, e nesta Segunda- feira(2), o Ministério Publico de Imperatriz tomará as devidas providencias. Segundo as informações a ordem dos Advogados do Brasil também , secional Maranhão, deve entrar com uma notícia-crime contra uma jovem do Rio Grande do Sul, Isabela Cardoso, responsável por uma manifestação de preconceito contra o Maranhão.

Isabela estava há quase 8 anos juntamente com o esposo morando na cidade de Imperatriz trabalhando na Suzano Papel e Celulose.

De acordo com a declaração de Isabela, ela pratica os crimes de racismo e de incitação pública contra a cultura e os maranhenses.

“A cultura do maranhense é horrível Carnaval é um lixo tal de bomba meu boi tambor de crioula”, comentário a universitária.



Fonte: Blog da Kelly