Protesto em SP lembra os 20 anos do Massacre do Carandiru

Protesto, organizado pelo bloco Cordão da Mentira, neste sábado, lembrou os 20 anos do massacre

Um protesto organizado pelo bloco Cordão da Mentira, realizado no inicio da tarde deste sábado, lembrou os 20 anos do massacre do Carandiru, quando 111 detentos foram mortos, em 2 de outubro de 1992.

Utilizando a música, arte, poesia e o teatro como instrumento de protesto, pelo menos 50 pessoas ainda protestaram contra a "violência excessiva" da Polícia Militar, contra os incêndios nas favelas paulistanas e contra a "política higienista" do governo do Estado e da prefeitura de São Paulo.

O cordão se reuniu por volta das 13h no largo General Osório, no centro da capital paulista, e passaria em locais "símbolos" dessa política criticada, como a Secretaria de Segurança Pública e a Secretaria de Administração Penitenciária, além da sede da prefeitura. Entre os participantes estavam membros da organização Mães de Maio e da Rede 2 de Outubro.

O massacre do Carandiru completa 20 anos na próxima terça-feira, e uma série de eventos e protestos lembrarão o episódio. O julgamento de 28 PMs acusados de participação foi marcado para o dia 28 de janeiro de 2013.

Fonte: Terra, www.terra.com.br