Próximo de dar à luz, mulher de dois úteros está bastante ansiosa com maternidade em Tocatins

Próximo de dar à luz, mulher de dois úteros está bastante ansiosa com maternidade em Tocatins

"Rezo todos os dias para que tudo dê certo", conta a mamãe Thaynara. Para a jovem, o medo e a incerteza deram lugar ao amor e carinho.

Os riscos da gravidez não desencorajaram a estudante de enfermagem Thaynara Carvalho Cunha, 24 anos, de realizar o sonho da maternidade. Moradora de Gurupi, no sul do Tocantins, a jovem tem o que os médicos chamam de útero didelfo (dois úteros) e está no oitavo mês de gestação. A previsão é que o pequeno Arthur seja apresentado à nova mamãe até a primeira semana de junho. "A gestação é complicada e dolorosa. Mas é gratificante imaginar que logo poderei ver meu bebê", conta.

Era pouco provável, segundo os médicos, que a estudante engravidasse. Sabendo que a gravidez seria de risco e que, dependo da situação, ela poderia ter que escolher entre a própria vida e a do filho, Thaynara diz que ficou triste em vários momentos. "Apesar de estar em uma das áreas da medicina, eu tinha muito medo de cirurgia. Não fiz nem a correção da pálpebra do olho que é só um cortezinho. Tive que superar", explica.

Hoje, com o bebê no útero esquerdo e com um mioma de pouco mais de 2 cm no direito, a jovem não fala de medos ou incertezas, e sim, de muito amor e carinho pelo filho. "Estou muito curiosa para saber como será o rostinho dele. Quando minha mãe diz que sonha com ele eu fico perguntando: "Como ele era?" Eu observo as crianças brincando na rua e também vejo o Arthur com elas, fazendo amigos. É muito bom."

A estudante conta que agora, morando com o companheiro Wellington Lima, pai da criança, se sente mais segura. Ela diz que o enxoval está pronto e que já preparou o quarto do casal com os móveis do bebê.

Para a jovem, o apoio da família também é fundamental. "Minha mãe é ótima. Tem dias que ela me liga e atendo: "Oi vovó" e ela "Oi Arthur". Ficamos brincando assim. Meu pai é outro que me apoia muito. Só tenho a agradecer a Deus pela minha família."

Com os pés inchados e o desconforto natural que as mulheres sentem durante a gestação, a estudante diz que já está em casa descansando. "Estou de férias do trabalho e de licença médica da faculdade." Na próxima quarta-feira (14) a jovem tem uma consulta para saber como está o desenvolvimento da criança e definir a data da cesariana. No dia do parto, ela conta, também irá fazer a remoção do mioma. "Rezo todos os dias para que tudo dê certo e que eu possa ver logo meu pequeno Arthur."


Próximo de dar à luz, mulher de dois úteros está ansiosa com maternidade

Fonte: G1