Queda de avião em SC deixa dois mortos; uma criança sobrevive

Um menino de 11 anos sobreviveu à queda de um avião monomotor

Um menino de 11 anos sobreviveu à queda de um avião monomotor na praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú, litoral de Santa Catarina, na manhã deste sábado. O piloto e o pai da criança morreram.

Segundo a Polícia Militar, o menino foi resgatado por um pescador. O tenente Wilson Ribeiro, do Corpo de Bombeiros, afimou que o homem jogou no mar um objeto flutuante para que a criança conseguisse chegar a praia.

A equipe do Corpo de Bombeiros fez o resgate da criança e dos corpos dos adultos usando jet-ski e lancha, de acordo com Ribeiro. "Tentamos as manobras possíveis de reanimação, mas os dois adultos não resistiram e morreram no local", informou o tenente.

A criança não tinha ferimentos graves e foi levada, em estado de choque, ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, que não informou o quadro clínico da criança.

O avião havia partido minutos antes de um aeroclube na cidade vizinha de Porto Belo e caiu a 200 metros da orla. A aeronave, que afundou por volta das 10h, deve ser retirada por uma empresa contratada pelo aeroclube.

O piloto Júlio Mandelli era médico e tinha mais de 200 horas de voo, segundo o também piloto Flávius Neves, empreendedor do condomínio aeronáutico Costa Esmeralda, em Porto Belo. Neves disse que o piloto voava com um amigo.

A causa das mortes e o motivo da queda da aeronave vão ser investigados.

Fonte: Folha