"Quero esquecer esse pesadelo", diz apresentadora de TV presa por tráfico

Apresentadora diz que nunca se envolveu com drogas.

A apresentadora de TV Gi Carvalho, presa no último domingo (29) após ser flagrada com drogas dentro de uma bolsa em São Vicente, no litoral de São Paulo, afirmou que é inocente e que a prisão não passou de um mal entendido. Segundo ela, os dois dias na cadeia foram os piores momentos de sua vida. Agora ela pretende fazer terapia e seguir com a carreira artística.



Uma das apresentadoras do programa ?"Temperando o Papo", veiculado pela Rede NGT, em SP e no RJ, Gislaine Carvalho conta que pretendia curtir a virada do ano na praia com os amigos, mas foi surpreendida com a prisão. ?Simplesmente aluguei um apartamento por uns dias, na Ilha Porchat, eu, meu namorado e uns amigos. Lá encontramos um amigo do meu namorado que começou a andar com a gente. Estávamos indo para a praia e ele colocou alguma coisa na minha bolsa. Não sabia que era droga. Acho que ele não fez para me sacanear, é porque não tinha onde guardar?, explica.

Ela lembra os momentos na prisão e lamenta o ocorrido. ?Estou muito nervosa, muito triste. Nunca imaginei que meu Ano Novo seria assim. Não desejo isso pra ninguém. Fui presa de biquíni, toda molhada e cheia de areia. Passei o maior terror da minha vida. Conheci o inferno. Cada hora que fecho os olhos lembro de tudo. Agora pretendo fazer terapia?, diz a apresentadora.

A jovem, que foi flagrada com maconha e cocaína, afirma ainda que nunca se envolveu com drogas. ?Eu e meu namorado somos esportistas, corremos todos os dias, vamos à academia. Nosso estilo de vida nem combina com drogas. Além disso, minha família tem boas condições financeiras. Meu pai paga a minha faculdade. Eu nunca precisaria vender drogas para conseguir dinheiro. Agora estou na casa dos meus pais, dormindo com a minha mãe. Eles foram muito compreensíveis comigo porque me conhecem bem, assim como meus amigos?, relata.

A jovem acredita que o episódio vai prejudicar sua vida profissional, pois, apesar de estar trabalhando como apresentadora, ela pretende seguir na área do Direito. ?Faço faculdade de Direito. Já trabalhei em Fórum e sempre quis seguir a área criminalística. Na minha vida profissional me prejudica porque eu estava estudando para concurso público, mas pretendo resolver essa situação. Volto a gravar na próxima semana, serei bem recebida pelos meus amigos que me conhecem. Espero que esse pesadelo acabe?, finaliza a apresentadora.

Fonte: G1