Radialista é afastado de emissora por declarar não votar em candidato do prefeito

O fato chamou a atenção da população

Um fato inusitado chamou a atenção dos moradores do município de Lagoa de São Francisco do Piauí, norte do estado: um radialista conhecido por Léo Lima foi afastado da emissora de rádio comunitária onde trabalhava após declarar não votar em determinado candidato a deputado estadual.

Ele era locutor da FM Cidade Livre, que funciona no centro do município, com abrangência regional. Segundo informações, era um dos principais locutores da emissora, com 4h por dia de programa, incluindo os sábados.

O radialista declarou a um jornalista do portal Planeta Brasil que tudo se deu por imposição política. “Eu fui chamado pelo diretor da FM para falar sobre minha posição política em relação a deputado estadual”, disse ele ao afirmar que foi advertido porque a rádio pertencia ao ex-prefeito, que tem parceria política com o atual prefeito e com determinado político que é candidato a deputado estadual.

Após tomar a decisão de dizer que ia apoiar outro candidato mesmo correndo o risco de ser expulso da emissora, foi quando o diretor disse que ele estaria fora da programação da emissora.

Questionado sobre o acerto rescisório, o radialista afirmou que acredita tratar de uma questão política e que prefere esperar passar as eleições para buscar seus direitos. “Acredito que não haja necessidade, já que  questões políticas e sempre são passageiras”, conclui.

 

Fonte: Com informações do site Clique Piripiri