Mãe conta ""pesadelo"" ao ver filhas gêmeas gravemente feridas por raposa em quarto

Mãe conta ""pesadelo"" ao ver filhas gêmeas gravemente feridas por raposa em quarto

Animal entrou pelo andar térreo de casa no leste de Londres; meninas estão internadas em estado grave.

Duas crianças gêmeas de nove meses foram internadas com ferimentos após serem atacadas durante o sono por uma raposa em uma casa no leste de Londres.

O animal entrou por uma porta no andar térreo da casa, no bairro de Homerton, e subiu para o andar de cima, onde as gêmeas dormiam em seus berços.

Ambas sofreram lesões no braço e uma teria sido ferida também no rosto. A polícia descreveu o estado das garotas como "grave, porém estável".

Paramédicos foram acionados para prestar os primeiros socorros às meninas no fim da noite do sábado, horário local.

Armadilhas de raposa foram armadas na casa e, no domingo, um animal foi aprisionado e morto por veterinários da subprefeitura de Hackney.

Em 2002, um bebê de 14 semanas ficou ferido em um outro ataque de raposas no condado de Kent, ao sudeste de Londres.

A mãe, Sue Eastwood, disse que estava dormindo quando o animal invadiu a casa da família, em Dartford, e atacou o menino com mordidas na cabeça.

A presença de raposas em centros urbanos na Grã-Bretanha é comum. Especialistas estimam que cerca de 10 mil raposas vivem na capital britânica.

A RSPCA, sociedade britânica de proteção dos animais, disse entretanto que ataques de raposas a humanos são bastante raros.

Uma pesquisa realizada em 2001 pela ONG Mammal Society revelou que 80% dos londrinos gostam da presença das raposas na cidade.

Fonte: g1, www.g1.com.br