Reforma do HUT começa nesta segunda-feira

Com um investimento de R$ 3 milhões, provenientes do Ministério da Saúde e da Prefeitura de Teresina, o HUT ganhará 51 leitos individuais, 20 leitos de UTI

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA (02) DO JORNAL MEIO NORTE

A primeira etapa da reforma e ampliação do Pronto de Atendimento do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) vai começar nesta segunda-feira, 06, devido a isso, a entrada do hospital será isolada e só prestará atendimento em casos de lesões por traumas, através da recepção da administração. A previsão é que a reforma seja encerrada em até seis meses.

Com um investimento de R$ 3 milhões, provenientes do Ministério da Saúde e da Prefeitura de Teresina, o HUT ganhará 51 leitos individuais, 20 leitos de UTI, sala do trauma e uma melhor ambientação nas recepções e consultórios. Fazem parte também da reforma e ampliação: o setor de esterilização e lavanderia, revestimento das paredes de todo hospital, além da climatização dos postos de enfermagem. Após esta reforma, terá início a construção do terceiro piso do projeto, que terá 65 leitos para pacientes que não são de UTI.

De acordo com Gilberto Albuquerque, diretor geral do HUT, o hospital que foi feito há 29 anos, já não atende a demanda atual, de maneira adequada, situação que pode melhorar após da reforma, enquanto isso, o atendimento que será realizado no HUT será apenas de pacientes vítimas de acidentes com traumas, já os pacientes clínicos deverão ser encaminhados a hospitais como: HGV, HU, Natan Portela, HPM e Clínica Infantil.

“Esse hospital é um projeto que já tem 29 anos. E hoje, a gente já tem outra demanda. Para que funcione bem, requer adequações, principalmente, as físicas que é o que vamos fazer agora. Claro que teremos transtornos, com a reforma, perderemos o total de 30% da área física hospitalar e também todo o nosso pronto atendimento", esclarece o diretor geral do HUT.

Além da reforma e ampliação do HUT, a unidade também receberá novos equipamentos, como tomógrafo, arco cirúrgico, respirador, monitores e outros equipamentos que garantirá melhor atendimento aos pacientes. Para isso, foram investidos em torno de R$ 4,5 milhões, que já estão em licitação e outros que estão em processo de compra.

“Nós esperamos que com a reforma, o HUT já tendo uma equipe treinada como ele tem, altamente qualificada, tendo um espaço físico e equipamentos adequados, exista uma satisfação maior ainda no atendimento dos pacientes”, pontua Gilberto Albuquerque, diretor geral do HUT.

Repórter: Márcia Gabriele

Fonte: Márcia Gabriele