Região serrana do Rio tem mais de 25 mil desabrigados e desalojados

Ao todo, conforme o levantamento, são 12.293 desabrigados e 12.821 desalojados em 16 cidades

A secretaria de Estado da Saúde e da Defesa Civil do Rio de Janeiro (Sesdec-RJ) divulgou na tarde desta segunda-feira (24) um balanço de desaparecidos e desabrigados que soma já mais de 25 mil pessoas desde o início das chuvas na região serrana, no último dia 12.

Ao todo, conforme o levantamento, são 12.293 desabrigados e 12.821 desalojados em 16 cidades afetadas pela chuva. Está decretado estado de calamidade, porém, em sete delas: Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto, Bom Jardim e Areal; esta, a única das sete a não registrar mortos. Nas outras seis, já morreram mais de 800 pessoas, e mais de 400, segundo levantamento do Ministério Público Estadual (MPE), seguem desaparecidas.

Os números mais altos de desabrigados estão em Teresópolis (6.210 desalojados e 5.058 desabrigados), Petrópolis (3.662 desalojados e 318 desabrigados) e Nova Friburgo, onde há 2.184 desabrigados.

Veja a relação da Sesdec-RJ para as demais cidades:

São José do Vale do Rio Preto: 2.064 desabrigados

Bom Jardim: 1.186 desalojados e 632 desabrigados

Areal: 1.031 desalojados e 1.469 desabrigados

Sumidouro: 290 desalojados e 109 desabrigados

Santa Maria Madalena: 284 desalojados e 44 desabrigados

Sapucaia: 30 desalojados e 140 desabrigados

Paraíba do Sul: 77 desabrigados

São Sebastião do Alto: 32 desalojados e 68 desabrigados

Três Rios: 20 desalojados e 45 desabrigados

Cordeiro: 49 desabrigados

Carmo: 40 desalojados e 12 desabrigados

Macuco: 28 desalojados e 24 desabrigados

Cantagalo: 8 desalojados

Fonte: UOL