Regina Duarte cria polêmica ao apoiar fim do Ministério da Cultura

"Não entendo a insistência de achar que a cultura vai se safar"

Enquanto grande parte da classe artística vocifera, indignada, contra o fim do MinC, Regina Duarte se lança no caminho oposto. Em resposta a um artigo publicado nesta quinta-feira no jornal “Folha de São Paulo”, no qual Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc SP, defende que “sem pasta própria, Cultura vai permanecer em coma”, a atriz de 69 anos criticou o “autoengano de achar que a Cultura pode se safar do desconserto geral que nos abateu”. Também no Instagram, a veterana declarou seu apoio a Michel Temer. Leia o comentário na íntegra:

“Se o país está ‘em coma’, não entendo a insistência no autoengano de achar que a Cultura pode se safar, sadia, do desconserto geral que nos abateu . Na teoria ( linda!) a prática é outra (dolorida). Sou a favor da ideia de manter a Cultura internada no ‘Hospital’ da Educação. Depois da possibilidade de ‘alta’, vamos ver o que pode ser melhor pra ela e pra todos nós, brasileiros” .

Com a extinção do Ministério da Cultura, numa das mudanças promovidas pelo governo de Temer, a pasta ficou vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

Regina Duarte (Crédito: Reprodução)
Regina Duarte (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Extra