Reitor toma posse tentando solucionar problemas

Serão 4 anos de mandato

Tomou posse nesta quarta-feira o novo reitor da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Carlos Alberto Silva. O novo reitor e o vice, Nouga Batista, já assumem com um grande problema para resolver: a contratação de servidores para a instituição. O reitor não descarta inclusive cancelar a seleção realizada no começo do mês pela ex-reitora Valéria Madeira para servidores.

Para tentar solucionar o problema com relação aos servidores, o primeiro contato do reitor Carlos Alberto Silva será com o Ministério Público do Trabalho. ?Vamos entrar em contato com o Ministério Público do Trabalho para mostrar que não temos como fazer concurso agora?, afirmou o novo reitor. Outra frente de conversas deve ser com o governo do Estado para tentar suprir a carência de servidores da Uespi. ?Vamos conversar com a secretária Regina Sousa para poder fazer concursos para suprir parte dessas vagas assim como com o governador Wellington Dias?, disse.

Com relação aos servidores contratados no começo deste mês pela então reitora Valéria Madeira, o reitor Carlos Alberto Silva demonstra cautela. ?Eu tenho de analisar porque o seletivo realizado viola a legislação que rege a contratação emergencial através das leis 5309 e 5866?, comentou o reitor. Mas, antes mesmo das análises o reitor não descarta tornar as contratações atos nulos. ?Acontece que foi um ato administrativo isolado, sem autorização do governo do Estado e por isso passível de nulidade?, pontua.

Além do concurso a nova gestão da Uespi quer envolver no plano de estruturação da universidade que tramita na Assembléia Legislativa. ?Vamos fazer um levantamento da universidade e aproveitar para conversar com o governo e os deputados para fazer alterações no novo projeto que tramita na Assembléia?, comentou Carlos Alberto Silva acrescentando que as alterações serão apresentadas até a votação do plano, prevista para a volta do recesso parlamentar.

O novo reitor Carlos Alberto Silva, mestre em Física pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e o vice Nouga Cardoso, doutor em Química pela Universidade de São Paulo (USP) vão ter 4 anos a frente da Uespi. Alem da posse no Palácio de Karnak outra solenidade está prevista para esta quinta-feira no Palácio Pirajá com a posse dos novos pró-reitores. (C.R.)

Fonte: Carlos Rocha, Jornal Meio Norte