Portal meionorte.com BETA

PUBLICIDADE
ESCONDER
••• atualizado em 23 de Agosto de 2011 às 16:57

Remédio contra disfunção erétil garante efeito em 15 minutos

PUBLICADO POR

Simone Rodrigues


Repórter
Remédio contra disfunção erétil garante efeito em 15 minutos
Urologista Giuliano Aita diz que medicamentos modernos dão mais confiança aos homens Foto: Divulgação

Na ?batalha? contra a disfunção erétil masculina e pela conquista dessa fatia grande do mercado brasileiro, a indústria farmacêutica vem inovando bastante nos últimos anos. Em 2010, um medicamento chamado Cialis surgiu como alternativa de uso diário para que os homens não tivessem que ingerir um comprimido apenas antes da relação sexual (o que acontecia com o famoso Viagra), já que a droga proporcionava um efeito constante no organismo.

Mas os avanços continuam e um laboratório acaba de lançar uma nova versão de uma substância chamada Vardenafila, só que dessa vez em embalagem discreta, com sabor de menta e que se dissolve na boca. Parece mais uma balinha do que um medicamento, o que pode ?incentivar? o uso por parte dos homens. ?Quando mais a indústria inova, mais alternativas interessantes o homem tem para enfrentar esse problema, que afeta muita gente em todo o mundo. O importante é estar consciente do que está causando a impotência e, para isso, um médico sempre tem que ser consultado?, comenta o urologista piauiense Giuliano Aita.

Ele comenta que desde o surgimento do Viagra, a vida do homem vem se transformando e a qualidade de suas relações sexuais também. ?Só que para alguns, existia ainda aquele medo de que a parceira percebesse o uso do remédio e, com isso, seu problema, o que lhes causava mais insegurança. Essa nova substância promete ter uma absorção mais rápida do que a do comprimido comum. A partir de 15 minutos após o consumo, os efeitos já começam, contra 40 minutos da pílula tradicional. Mas fica a critério do homem decidir o que melhor lhe convém?, complementa Aita.

Ainda segundo o urologista, diante de todas essas opções, a escolha varia muito. Os efeitos colaterais são variáveis para cada paciente, assim como a melhora da qualidade da ereção. Ele explica que a ansiedade masculina diante de sua desenvoltura sexual pode ser determinante na escolha de que método usar para a disfunção. Aita comenta que alguns deles podem ficar em um grau tão alto de estresse, que preferem a ?segurança? do comprimido diário. ?Tudo tem que ser analisado pelo paciente, com a ajuda e orientação de um profissional?, diz.

Em março, a Pfizer, fabricante do Viagra, lançou uma versão mastigável, também com sabor menta, no México. Batizado de Viagra Jet, o comprimido ainda não tem previsão de lançamento no Brasil. A patente do Viagra, expirada em abril de 2010, permitiu a venda dos genéricos da sildenafila, princípio ativo do remédio. Hoje, há comprimidos hoje vendidos por R$ 5. O Viagra é encontrado por cerca de R$ 12 a unidade nas farmácias.

COMUNICAR ERRO

Comunique à Redação erros de português, informação ou técnicos encontrados nesta página:

  • Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao Portal Meio Norte
142238,noticias

Manchetes em destaque

ver todas as manchetes
Exibir em:

AKICOMPRO

Redes Sociais

  • Google +1
  • Twitter
  • Instagram
  • Facebook