Renault nomeia Carlos Tavares novo vice-presidente operacional

Ele substituirá Patrick Pelata, que renunciou em abril após um caso de suposta espionagem industrial

A francesa Renault nomeou nesta segunda-feira Carlos Tavares como seu novo vice-presidente operacional. Tavares era diretor da operação nas Américas da aliada Nissan Motor.

A partir de 1º de julho, Tavares ficará encarregado da estratégia de crescimento da Renault, com foco no desenvolvimento de veículos elétricos e novos mercados. Ele também será responsável pelo desenvolvimento de novas fábricas na França, afirmou a montadora.

Ele substituirá Patrick Pelata, que renunciou em abril após um caso de suposta espionagem industrial que evoluiu para uma investigação sobre possíveis fraudes.

Tavares, de 53 anos, é natural de Portugal, fala francês e inglês fluentemente e passou 23 anos na Renault em cargos de engenharia e gerenciamento de programas antes de ir para a Nissan em 2004.

O presidente-executivo da Renault e da Nissan, Carlos Ghosn, afirmou em um comunicado: "Seu talento e experiências serão pontos fortes importantes para a Renault e para todos os funcionários ao entrarmos no primeiro ano do programa "Renault 2016 --Conduza a Mudança"".

Separadamente, a Nissan afirmou que Colin Dodge, atualmente vice-presidente executivo e vice-presidente de performance da Nissan, além de presidente do Conselho da companhia para África, Oriente Médio, Índia e Europa, ficará com a responsabilidade adicional de presidente do Conselho para a região das Américas, a partir de 13 de junho.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br