Reportagem nacional mostra que Assis Carvalho aluga carro em padaria e é investigado pelo TCU

Reportagem nacional mostra que Assis Carvalho aluga carro em padaria e é investigado pelo TCU

Ele é um dos 21 investigados pelo Tribunal de Contas da União, que quer saber como está sendo usada a cota para o exercício da atividade parlamentar

O deputado federal do PT do Piauí, Assis Carvalho, teve de se explicar sobre aluguéis de veículos em reportagem exibida no Fantástico deste domingo (1). Ele é um dos 21 investigados pelo Tribunal de Contas da União, que quer saber como está sendo usada a cota para o exercício da atividade parlamentar. A locação de automóveis está na mira dos auditores.

O Fantástico foi à Teresina (PI) e procurou por uma locadora de carros. Entre março e julho deste ano, o deputado federal Assis Carvalho, do PT, gastou R$ 50 mil na empresa Fontes Locadora de Veículos. O endereço comercial é em um prédio, mas... ?Minha mãe comprou este prédio há cinco anos e há cinco anos a gente mora aqui. Aqui já funcionou uma loja de roupa, uma lan house e, agora, uma padaria e um restaurante. Uma locadora, não?, diz a dona de casa Ingrid Oliveira.

Fantástico: O senhor conhece uma empresa chamada R Fontes G de Almondes?

Deputado Assis Carvalho: R Fontes... Conheço o dono da empresa. Já esteve comigo e tenho um carro alugado por eles. Eu não fiscalizo locais de empresa.

Segundo a reportagem do Fantástico, o deputado do Piauí interrompeu a entrevista neste ponto e depois se manifestou com uma nota. Ele confirma o endereço da empresa e apresenta dois documentos de veículos alugados pela R Fontes ao gabinete. Os carros estão em nome de uma pessoa física.

"Pessoa física não aluga carro. Quem aluga carro é pessoa jurídica. Então, assim, de cara, uma pessoa física alugar um carro não é uma locadora?, afirma Paulo Gaba Jr, da Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis. Assis Carvalho e mais 20 parlamentares estão sendo investigados pelo Tribunal de Contas da União, que quer saber como está sendo usada a cota para o exercício da atividade parlamentar. A locação de automóveis está na mira dos auditores.

Fonte: Globo.com