Restos mortais de servente foram trocados por canos PVC, diz família

Defunto tem canos no lugar das pernas

Na tarde desta querta-feira (3), uma dona de casa de 37 anos, foi até o Cemitério da Saudade, em Salto, para acompanhar a exumação dos restos mortais do servente José Francisco de Campos, que morreu em 2009, aos 34 anos. Para surpresa dela e do coveiro que realizava o trabalho, as pernas do servente foram substituídas por dois canos, do tipo PVC.

Segundo informações da polícia, José Francisco se envolveu numa briga, em Salto, e foi atingido na cabeça por um capacete. O trauma foi considerado grave e ele foi transferido para o Hospital Regional, em Sorocaba. O servente não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 29 de maio de 2009. A família autorizou a doação de órgãos. O corpo passou pelo IML (Instituto Médico Legal) ainda em Sorocaba, antes de seguir para Salto, onde foi velado e enterrado numa cova cedida pelo município.

A concessão para uso das covas públicas no município são por quatro anos e, por isso, a família estava exumando os restos mortais para serem transferidos os ossos para outro local.

Diante da situação, foram acionadas a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal, que comparecem ao local. O caso será investigado pelo 1º Distrito Policial de Salto.

Colaboração

A assessoria do Hospital Regional informa que, como o óbito ocorreu nas dependências do hospital, a unidade de saúde se coloca à disposição da polícia para auxiliar na investigação do caso.

Fonte: Terra