Revista católica de Cuba rejeita manifestações contra Yoani no Brasil

Manifestante acusa Sánchez de trabalho de espionagem para os Estados Unidos


Revista católica de Cuba rejeita manifestações contra Yoani no Brasil
A revista católica cubana Espacio Laical criticou as manifestações contrárias à blogueira Yoani Sánchez durante sua visita ao Brasil, segundo assinalou a publicação em artigo divulgado nesta sexta-feira.

"Faz-se necessário rejeitar a fustigação a que está sendo submetida a blogueira opositora cubana Yoani Sánchez durante sua estadia no Brasil", assinala a revista, dependente do Centro Cultural Pai Félix Varela, da Arquidiocese de Havana.

A publicação acrescenta que "grupos organizados e, segundo supõem muitos, em coordenação com alguma instância de poder em Cuba, a confrontam insistentemente, não através do raciocínio e do emprego de argumentos, mas mediante a ofensa e o boicote".

"Atos dessa índole atentam contra a dignidade da pessoa agredida, contra a civilidade da cultura política cubana e contra a credibilidade da revolução à qual esses grupos pretendem defender", acrescenta a publicação.

No Brasil, ponto de partida da viagem que levará Yoani a vários países das Américas e da Europa, a blogueira foi alvo de protestos de simpatizantes do regime cubano nos aeroportos de Recife e Salvador.

O incidente mais sério aconteceu em Feira de Santana (BA), onde um grupo interrompeu na noite de segunda-feira a apresentação do documentário "Conexão Cuba-Honduras", no qual Yoani aparece como uma das entrevistadas, aos gritos de "Viva a revolução!" e "Cuba sim, ianques não".

Fonte: Terra, www.terra.com.br