Riedel Batista revela que Teresina terá projeto de monitoramento de crimes

Batista enfatizou a atenção dada na luta contra os entorpecentes, tecendo elogios à Secretaria de Segurança no que tange à estruturação e aos esforços na contratação de pessoa

Três meses após o início da gestão estadual, o delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista, destacou, em entrevista na manhã de ontem (01), os avanços do órgão no combate aos crimes de roubo na capital. Homem de confiança do secretário de Segurança, Fábio Abreu (PTB), ele também reiterou o apoio do Governo do Estado nos planos que visam reduzir os índices de violência, apontando para novas ações na área.

"Há um projeto do secretário de Segurança que deve ser anunciado dentro de poucos dias ou meses, em relação ao monitoramento dos crimes, sobre roubos de veículos, estabelecimentos comerciais e o combate à droga", disse.

Batista enfatizou a atenção dada na luta contra os entorpecentes, tecendo elogios à Secretaria de Segurança no que tange à estruturação e aos esforços na contratação de pessoal. "O secretário montou a dedo essa questão do combate à droga, ampliou o número de delegados, deu uma estrutura necessária a homicídios que está dando resultado", indicou.

Quanto às especializadas, o delegado geral destacou o trabalho na Delegacia do Idoso e na Delegacia do Silêncio, indicando para parcerias com outros órgãos e a intensificação na atuação em todos os bairros.

"Em relação à Delegacia do Idoso, nós estamos dando um reforço lá, existe uma gerência de policiamento especializada e ela vai priorizar os próximos meses fazendo operações em relação ao combate desses crimes.

Sobre a Delegacia do Silêncio, nós fizemos uma reunião semana passada porque o trabalho dessa delegacia é um trabalho em parceria com a prefeitura, com a Strans (Superintendência de Trânsito), com a Polícia Militar e com a Secretaria de Meio Ambiente, então todos têm que participar", concluiu.

DADOS - Batista revelou que houve uma redução de janeiro a março deste ano em torno de 45% no roubo de veículos. "Em roubo a residências e estabelecimentos comerciais nós tivemos uma queda em todos os distritos da capital. Nós temos cerca de 80% em recuperação de veículos", afirmou.

 

Fonte: Francy Teixeira