Ronda Cidadão terá uniforme que identifica o novo serviço

O uniforme diferenciado é utilizado como forma da população identificar de maneira mais rápida os integrantes do Batalhão da Ronda Cidadão.

Em fase final de preparativos para implantação, o programa de segurança pública Ronda Cidadão já tem definido o uniforme a ser utilizado pelos policiais que estarão envolvidos no novo serviço. O fardamento utiliza elementos da farda tradicional dos policiais, como a camisa cáqui-claro e a calça verde-oliva. Mas inova ao incorporar elementos da cor vermelha, num tom fechado que se aproxima do vinho.

O novo uniforme foi apresentado ao governador Wilson Martins. Estiveram no Palácio o Comandante de Polícia Militar, Coronel Prado, e o capitão Lisboa, que envergava o uniforme. O governador tem participado pessoalmente de todas as definições sobre o Ronda Cidadão, incluindo as cores que caracterizam o novo serviço que visa dar mais segurança à população piauiense.

O vermelho vai ser um diferencial no fardamento, já que será a cor utilizada na boina dos policiais e nas duas tarjas que descem pela manda da camisa. Conforme o comandante da Polícia Militar (PM), coronel Prado, o uniforme diferenciado é utilizado como forma da população identificar de maneira mais rápida os integrantes do Batalhão da Ronda Cidadão.

O Ronda Cidadão vai se diferenciar não apenas pelo uniforme, mas principalmente pelo tipo de atuação policial. O novo serviço será, a um só tempo, policiamento ostensivo e comunitário, com uma abordagem mais direta e pessoal com a população. Por isso mesmo, os policiais envolvidos no programa estão recebendo treinamento específico, onde uma das preocupações é a construção de relacionamento com a comunidade.

O novo serviço de segurança começará a ser implantado na primeira quinzena de junho. Para garantir uma ação diferenciada, a atuação será regionalizada: cada viatura contará com três policiais por turno, atuando em uma área não superior a 4 qulômetros quadrados. Os policiais terão a incumbência de fazer o policiamente e de visitar as casas da área em que atuam, gerando uma relação mais amistosa e de confiança.

A implantação vai começar pela região do Grande Dirceu. Em seguida será a vez da Zona Leste. Daí o Ronda vai para a Zona Norte da capital e depois para a zona Sul e Centro de Teresina. O interior do estado será contemplado numa segunda fase. O objetivo do governador Wilson Martins é levar o policiamento especial para todo o estado.

Fonte: CCOM