Rua afunda cinco vezes no bairro Vermelha na zona Sul de THE;pessoas assustadas

Rua afunda cinco vezes no bairro Vermelha na zona Sul de THE;pessoas assustadas

Os grandes buracos que se formam no chão assustam os moradores da Rua Valdivino Tito

Buracos enormes formados no pavimento da Rua Valdivino Tito, no Bairro Vermelha, assustam a população moradora da área. Os moradores relatam que asfalto já cedeu cinco vezes naquela rua, formando crateras e afundando veículos que trafegavam no local. Algumas crateras já receberam reparos, no entanto, outra permanece e a população teme que aconteçam mais afundamentos.

O pedreiro Davi Teixeira, que mora na região, afirma que os afundamentos começaram a acontecer após o início de obras de esgotamento sanitário da Agespisa, há cerca de dois anos. ?Alguns buracos já foram tapados, mas o trabalho não resolve e logo outros se abrem.

É muito comum acontecerem acidentes com carros por aqui. Acredito que a situação ocorra devido a vazamentos nas tubulações de água. Em uma ocasião, uma vizinha não suportou a situação do lado da casa dela e me pagou para fazer um reparo provisório. Temos medo de o chão se abrir novamente?.

Na última sexta-feira (01), um táxi afundou na rua, após o pavimento asfáltico ceder. Além do susto do acontecimento, o carro ficou preso e sofreu algumas danificações na carroceria. Situação semelhante aconteceu em março deste ano em ruas do Bairro Saci, na zona Sul de Teresina.

Situação antiga - Em março de 2012, aconteceu a primeira situação desastrosa, envolvendo um veículo de passagem pela rua. A publicitária Amanda Soares havia acabado de receber um carro novo, quando ao passar pela mesma Rua Valdivino Tito, próxima à sua casa, o asfalto afundou e causou um grande susto e alguns prejuízos financeiros, com o amassamento da lataria.

?Eu moro nas proximidades e tinha o hábito de passar por aquela rua. Nesse dia eu estava com minha família, inclusive a minha avó, que é muito idosa, quando o chão se abriu e o carro afundou. Foi uma das coisas mais assustadoras que eu já vi?, relata a jovem, que ainda amargou com o mal-estar sofrido pela avó.

Falta fiscalização profissional em obras

O engenheiro civil João Bosco de Souza explica que os problemas citados acima, a exemplo da Rua Valdivino Tito, são ocasionados por erosão do solo, proveniente de falhas na construção do fundamento da rua. A responsabilidade nestes casos pode ser tanto da empresa de águas e esgotos quanto da prefeitura.

"Problemas assim acontecem pela falta de adensamento da pavimentação, possivelmente pela formação de poros, por onde a água do vazamento penetra e causa afundamento.

Para evitar este tipo de problema é necessário uma obra responsável, com camadas de concreto magro entre as tubulações e sobre eles, um revestimento com o material da própria escavação da área, mais outra camada de concreto, depois argila para recalque e, finalmente, o calçamento com paralelepípedos ou asfaltamento".

O engenheiro ainda ressalta que os problemas desta natureza são ocasionados por um detalhe muito simples. "Além do descaso público, a maior falha de obras de pavimentação urbana no Brasil é a falta de fiscalização profissional honesta".

Agespisa reconhece afundamentos em rua

A Agespisa informou que devido ao andamento das obras de ampliação da rede de esgotos, pelos quais o bairro Vermelha e área da Rua Valdivino Tito foram beneficiados, houve afundamentos e a empresa está fazendo as devidas correções.

Aproveitou ainda para explicar que no último final de semana, a Agespisa foi informada de um vazamento na tubulação da mesma rua, mas a ocorrência não tem relação com a obra de ampliação da rede de esgoto e que o vazamento já foi corrigido. Informou ainda que a reposição do calçamento no local seria realizada até o final da segunda-feira (04).

Já a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU) informou que a gerência de obras irá analisar a situação do pavimento da Rua Valdivino Tito para saber de qual a responsabilidade da Prefeitura sobre a ocorrência na referida rua.

Fonte: Samira Ramalho