Ruas esburacadas se multiplicam em Teresina

No bairro há vários buracos cheios de água

Um buraco na Rua Aristides Almeida, com a Rua Monsenhor José Luiz Cortez, no bairro Santa Isabel, na zona Leste de Teresina, é profundo. Aberto no calçamento e acompanhado de outros pequenos buracos e pedras levantadas, atrapalha a passagem dos carros, motocicletas e pedestres. Além disso, o buraco acumula água e larvas do mosquito transmissor da dengue.

Ruas emburacadas


“A Prefeitura de Teresina sabe do buraco, dos problemas que causa, tem conhecimento porque foi informada pelos moradores, e não toma providência porque não quer”, afirmou Luiz Carlos, morador do bairro Santa Isabel.

No bairro há vários buracos cheios de água. “É como se ninguém morasse aqui”, falou a administradora de empresas Lúcia Helena, que mora no bairro.

No conjunto Bela Vista, na zona Sul de Teresina, os buracos causam grandes prejuízos e provocam descontentamento entre os moradores e motoristas que passam pelo local.

São buracos imensos na rodovia BR- 316, que forçam os motoristas e motociclistas a jogarem seus veículos nas crateras, mesmo correndo o risco das peças quebrarem e os carros e motocicletas pararem por defeitos mecânicos. “Aqui está uma bagunça. São buracos que não deixam espaço para casos de desvios”, afirmou André Moura, que mora no conjunto Bela Vista.

“Como é que podem deixar uma rua deste jeito? A gente dá um duro danado para comprar um carro e os buracos quebram imediatamente os carros. São grandes prejuízos. A gente não tem dinheiro para ficar todas as semanas consertando carro”, falou o operador de retroescavadeira hidráulica, José Sales da Silva.

Debaixo do viaduto do conjunto Bela Vista, na BR-316, também tem um grande buraco, que fica no lugar onde os motoristas fazem a curva. É quase inevitável que os motoristas e motociclistas joguem os seus veículos no buraco.

Se os motoristas e motociclistas conseguem desvio do buraco debaixo do viaduto, não escapam dos dois grandes buracos que ficam no outro lado da rodovia BR-316.

“Os buracos estão aqui há meses e ninguém vem tampar ou recuperar a rodovia. Este local é muito movimentado e merecia o olhar e as providências do poder público”, declarou o gesseiro Silas Lima da Silva.

Os buracos também tomam conta da Transversal 3, na zona Sul de Teresina, do outro lado do conjunto Bela Vista. “Quem passa por aqui sai com o carro quebrado. Não tem jeito”, afirmou o motorista Manoel Messias.

Fonte: Márcia Gabriele