Salgueiro e Vila Isabel se destacam em desfile marcado pela chuva na Marquês de Sapucaí

Salgueiro e Vila Isabel se destacam em desfile marcado pela chuva na Marquês de Sapucaí

Penúltimo a desfilar, o Salgueiro trouxe carros e fantasias grandes, luxosos e bem acabados desde o início do desfile.

Na primeira noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio, a bolsa de apostas não se confirmou e Salgueiro –vice-campeã em 2014, mas que neste ano não figurava nas listas de favoritas– despontou como o principal destaque, com um desfile luxuoso sobre a culinária mineira.

Outra escola que se apresentou bem e não estava nas “cabeças” foi a Vila Isabel, que homenageou o maestro Isaac Karabtchevsky e a música clássica.

Ambas também foram favorecidas por passar pela avenida na segunda metade do desfile, que aconteceu sem chuva, ao contrário do cenário encontrado pelas três primeiras escolas. A Grande Rio também desfilou no “seco” e fez uma boa apresentação.

Penúltimo a desfilar, o Salgueiro trouxe carros e fantasias grandes, luxosos e bem acabados desde o início do desfile. Na comissão de frente, bailarinos representavam “índios enlouquecidos” que faziam acrobacias na avenida, segundo seu idealizador, o coreógrafo Hélio Bejani.

No abre-alas, seguiam as referências à cultura indígena. O segundo carro, que representava o garimpo de diamantes, foi o mais aplaudido. Na alegoria estavam os protagonistas da novela da TV Globo “Império”: Leandra Leal (Cristina), Alexandre Nero (comendador José Alfredo) e Lília Cabral (Maria Marta) –os três cantavam o samba e arrancavam gritos da plateia.














Fonte: UOL