Santa Maria: soldado morto em incêndio no RS planejava ser pai

Santa Maria: soldado morto em incêndio no RS planejava ser pai

Esposa está internada em estado grave, com problemas nos pulmões e garganta causados por inalação de fumaça.

Enterrado na manhã desta segunda-feira no Cemitério Municipal de Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, com honras militares, o soldado do Exército Leonardo de Lima Machado, de 26 anos, planejava ser pai no próximo ano. Ele e a mulher, Jarlene Spitzmachsr Moreira, de 27 anos, estavam na boate Kiss. Leonardo morreu depois de salvar a esposa e voltar à casa noturna em chamas outras três vezes para retirar pessoas que pediram socorro. Na quarta, não conseguiu sair.

Jarlene está internada em estado grave, com problemas nos pulmões e garganta causados por inalação de fumaça. Ela ainda não sabe que o marido morreu.

- Ele (Leonardo) salvou a minha filha e ela nem sabe o que aconteceu. Não sei como vou contar isso a ela - disse a dona de casa Venir Spitzmachsr, de 50 anos.

Enterrado na manhã desta segunda-feira no Cemitério Municipal de Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, com honras militares, o soldado do Exército Leonardo de Lima Machado, de 26 anos, planejava ser pai no próximo ano. Ele e a mulher, Jarlene Spitzmachsr Moreira, de 27 anos, estavam na boate Kiss. Leonardo morreu depois de salvar a esposa e voltar à casa noturna em chamas outras três vezes para retirar pessoas que pediram socorro. Na quarta, não conseguiu sair.

Jarlene está internada em estado grave, com problemas nos pulmões e garganta causados por inalação de fumaça. Ela ainda não sabe que o marido morreu.

- Ele (Leonardo) salvou a minha filha e ela nem sabe o que aconteceu. Não sei como vou contar isso a ela - disse a dona de casa Venir Spitzmachsr, de 50 anos.

Fonte: Extra