Saúde deve ser preservada antes, durante e depois do Carnaval

Saúde deve ser preservada antes, durante e depois do Carnaval

Em épocas de exageros, o ideal é ficar atento a questões de saúde, que podem se complicar depois que a folia acabar

Seja em algum município do interior do Piauí ou fora do estado, muitos teresinenses já caíram na folia. Caracterizado pela descontração, pela brincadeira e pela liberdade de expressão, muitas vezes o que era para ser uma celebração da alegria acaba se tornando um problema, por causa dos excessos cometidos durante o Carnaval.Estes podem variar desde uma simples ressaca no dia seguinte até prejuízos à saúde do folião.

Por isso, todos os cuidados são necessários para que você não termine os dias de folia com uma dor de cabeça que pode ir além da ressaca. Dentre os excessos mais comuns estão aqueles cometidos em relação ao consumo de bebidas e até mesmo os dias intensos de agitação que podem ir além dos limites do corpo. Isso sem falar na prática de sexo sem camisinha, que poderá trazer as piores consequências, que vão desde uma gravidez inesperada até a contaminação por alguma doença sexualmente transmissível.

O estudante Joacy Araújo conta que na hora da folia poucas pessoas conseguem ter a consciência de tomar os cuidados necessários com a saúde física e mental e que a regra costuma ser extravasar o máximo possível para aproveitar da melhor forma os dias de festa. ?Já exagerei bastante em épocas de Carnaval, mas depois bateu um arrependimento. Nunca tive problemas posteriores e nenhuma consequência desagradável, mas este ano já prometi que vou me policiar mais e tomar mais cuidados?, disse.

O urologista Giuliano Aita chama atenção para a necessidade do sexo seguro em todas as faixas etárias.?Hoje nós sabemos que tanto jovens como adultos e idosos precisam estar alertas ao uso de preservativos. Se antes o foco das campanhas eram os jovens, hoje os idosos também já preocupam, pois eles têm uma vida sexual ativa e descuidam quando o assunto é o uso da camisinha?, disse.

Outra preocupação é em relação à escolha do calçado adequado para que seja possível aguentar os dias de intensa agitação. Caso sejam usados calçados inadequados, o folião poderá ter que voltar pra casa mais cedo e terminar a festa com uma fratura no tornozelo ou joelho. Essa é a consequência de calçados com salto alto. ?Saltos devem ser evitados na hora de cair na folia. O mais adequado é sempre calçado baixo e de preferência tênis confortáveis?, alertou o ortopedista Kleberth Borges de Santana. Ao chegar à casa, depois de dançar muito, você pode colocar os pés em uma bacia com água morna e sais por 15 minutos. Isso alivia a tensão e ameniza dores.

Roupas leves e ingerir bastante líquido para não correr o risco de ficar desidratado também deve estar entre as principais preocupações do folião durantes estes dias de folia. Quem ingere muito álcool também precisa ficar atento a isso, pois bebidas alcoólicas tendem a desidratar o corpo.

Fonte: JMN