Seca faz triplicar número de focos de incêndios no Piauí, aponta Semar

O meteorologista explicou que, dependendo da região, as queimadas prosseguirão até mês de dezembro

O Piau? tem hoje mais de 590 focos de queimadas. Os dados s?o da Divis?o de Sat?lites e Sistemas Ambientais, do Centro de Previs?o do Tempo e Estudos Clim?ticos (Cptec), e foram divulgados na manh? desta ter?a-feira, 28, pelo meteorologista Mainar Medeiros, da Ger?ncia de Hidrometeorologia, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos H?dricos (Semar).

Segundo Mainar Medeiros, os focos de queimadas no momento representam um n?mero tr?s vezes maior do que o registrado em igual per?odo do ano passado. Em conseq??ncia, a fuma?a provocada pelo fogo tem deixado o c?u cinzento e comprometendo a visibilidade, principalmente nas estradas.

A tend?ncia ? de que at? o fim do ano aumente ainda mais a quantidade de focos, embora j? se registre uma redu??o na regi?o que vai de Floriano ? divisa com os estados da Bahia e do Tocantins. No ano passado, o Cptec chegou a registrar 1,4 mil queimadas no Piau?.

O meteorologista explicou que, dependendo da regi?o, as queimadas prosseguir?o at? o m?s de dezembro. Na regi?o do Extremo Sul do Piau?, onde o inverno come?a mais cedo e deve chover ainda este m?s, as queimadas j? acabaram. ?Neste momento, os agricultores est?o preparando a terra para os plantios logo nas primeiras chuvas?.

Nas regi?es de Valen?a, Picos, S?o Pedro do Piau? e em todo o Norte do Estado, incluindo Teresina, as queimadas v?o prosseguir at? dezembro, quando dever? come?ar o per?odo invernoso.

Ventos - Mainar Medeiros revelou tamb?m que os ventos na segunda-feira ? noite, 27, em Teresina, passaram dos 12 km/h, mas n?o houve chuva, apenas chuviscos em ?reas isoladas da cidade. ?Foi s? vento mesmo?, concluiu.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br