Secretaria anuncia recorde na oferta de serviços de saúde em 2015

Foram agendados 1 milhão, 815 mil e 554 consulta.

Um levantamento feito pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Teresina revelou que, de janeiro a dezembro de 2015, foram agendados 1 milhão, 815 mil e 554 consultas, exames e cirurgias ambulatoriais por meio do sistema de marcação Gestor Saúde. Este número representa novo recorde na oferta de serviços de saúde aos usuários do SUS. Anteriormente, o maior número registrado correspondia a 1 milhão, 811 mil e 258, verificado no ano de 2014.

 Aderivaldo Andrade, secretário municipal de saúde de Teresina
Aderivaldo Andrade, secretário municipal de saúde de Teresina

O estudo realizado pela SMS de Teresina contabilizou ainda dados do Sistema de Informação Hospitalar do Ministério da Saúde e registrou aumento do número de procedimentos cirúrgicos na rede hospitalar pública e privada conveniada ao SUS. No ano de 2014, foram realizados 42 mil e 944 cirurgias, número que passou para 46 mil e 92 em 2015, correspondente a acréscimo de 3.148.

Em relação aos procedimentos clínicos hospitalares também houve aumento, passando de 45.190 em 2014 para 46.825 em 2015. A soma das internações cirúrgicas e clínicas em 2014 correspondeu ao total de 88.134 e, em 2015, 92.917, ou seja, um acréscimo de 4.783.

Segundo Aderivaldo Andrade, secretário municipal de saúde de Teresina, os dados apresentados são fundamentais para orientar os planos de ação em saúde: “Os dados constantes dos relatórios da Secretaria, irão nos auxiliar na tomada de decisão pela gestão e demonstram o nosso empenho em garantir a integralidade da assistência à saúde no âmbito do SUS. Em 2016, nós iremos trabalhar para atingir 2 milhões de agendamentos e 100mil internações cirúrgicas e clínicas.”, detalha.

 O secretário afirma ainda que a rede municipal de saúde é eficiente: “a rede hospitalar municipal tem resolvido com eficiência os problemas de saúde das pessoas, possui uma estrutura de atendimento de alta complexidade, com a incorporação de novas tecnologias. Neste ano, trabalharemos para melhorar ainda mais.”, afirma.

Fonte: Ascom