Secretaria de Justiça dobra número de detentos inscritos no Enem

Casa de Custódia de Teresina foi o presídio que mais inscreveu

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) inscreveu 478 detentos de 14 unidades penais do Estado para participarem da edição 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL). O número é mais que o dobro de detentos inscritos no Exame em 2015 (223). As inscrições encerraram na última sexta (21). As provas serão aplicadas nos dias 6 e 7 de dezembro, nas próprias unidades prisionais do Estado.

A Casa de Custódia de Teresina foi o presídio que mais inscreveu detentos (123), seguida pela Colônia Agrícola Major César Oliveira (68), penitenciárias de Parnaíba (51), Floriano (36), Feminina de Teresina (35), Esperantina (32), Masculina de Picos (26), Casa de Detenção de Altos (23), Irmão Guido (20), Casa de Detenção de São Raimundo Nonato (19), Oeiras (15), Bom Jesus (13), Feminina de Picos (11) e Casa de Albergado de Teresina (6).

As secretarias de Justiça e de Educação do Piauí realizarão, até dezembro, a última revisão geral do Enem para detentos, que já receberam apostilas com o conteúdo programático do Exame e estão assistindo às aulas normais nos módulos de ensino dos presídios.

Além de pessoas privadas de liberdade, o Enem também é voltado para jovens sob medida socioeducativa. No primeiro dia de Exame, serão aplicadas as provas de História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Química, Física e Biologia, com duração de 4 horas e 30 minutos.

No segundo dia, os candidatos farão provas de Língua Portuguesa, Literatura, Língua estrangeira – inglês ou espanhol –, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação, Redação e Matemática, com duração de 5 horas e 30 minutos.

Fonte: Com informações do Portal do Governo