Secretaria de Saúde reforça atendimento no período eleitoral

A Saúde intensificou a integração entre toda a rede

A Secretaria de Estado da Saúde vai reforçar a assistência hospitalar durante o período eleitoral, que deve ser estendida até a segunda, 3. Para isso, definiu uma série de ações que contempla os 23 hospitais estaduais e regionais e os sete da capital, além do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Aéreo(SAMU) e Vigilância Sanitária. O plano de contingência foi apresentado ao governador Wellington Dias, durante reunião no Palácio de Karnak.

A Saúde intensificou a integração entre toda a rede, garantindo “o fortalecimento da comunicação entre os hospitais, o trabalho em conjunto, reforçando o fluxo de atendimento dos pacientes, desde os hospitais de menor complexidade aos hospitais de maior complexidade, para um atendimento adequado ao paciente, integrado ao SAMU estadual e Complexo Regulador”, explica Ivo Viana, diretor da Unidade de Organização Hospitalar.

Os hospitais já estão com as escalas de plantão fechadas e, de acordo com o perfil assistencial, com oferta de cirurgia geral e ortopédica para o período eleitoral. “A rede está estruturada para receber casos urgência e emergência, que por conta do intenso fluxo de pessoas para o interior, há uma demanda maior de serviços. Nos hospitais do interior, como o de Parnaíba, Picos, Floriano, Piripiri e Oeiras, serão intensificados os plantões de cirurgiões ortopédicos, servindo de referência para suas regiões”, explica Viana, informando ainda que os hospitais de Parnaíba, São Raimundo Nonato, Bom Jesus, Corrente, Oeiras, Picos, Floriano, serão ampliados os plantões de cirurgia geral. Todos os hospitais terão clínicos plantonistas.

O SAMU Aéreo, que está em processo de ampliação do serviço, com a possibilidade de realização de mais voos por dia e a garantia de acompanhante ao paciente, será reativado no período. Assim como os hospitais da rede estadual, a escala de profissionais de saúde está pronta, com médico e enfermeiro escalados.

Pela Vigilância Sanitária, será disponibilizada uma linha telefônica(0800 280 3661) aos profissionais de saúde dos municípios, para eventuais notificações de surtos pelo consumo de água, alimentação ou intoxicação. O atendimento, que ocorre regularmente, será estendido para o horário das 8h às 18h, no sábado(1º) e domingo(2).

A Coordenação de Epidemiologia da Secretaria de Saúde também vai funcionar em regime de plantão durante o final de semana, com três técnicos à disposição dos municípios.

Fonte: Com informações do Portal do Governo