Secretaria de Segurança capacita agentes para combater fugas; veja

O objetivo é capacitar policiais e agentes penitenciários do Estado

Começou nesta segunda-feira (23), o Curso de Rastreamento de Fugitivos em Zona de Mata, iniciativa da Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), por meio da Escola Penitenciária do Estado, que capacita policiais militares, policiais civis e agentes penitenciários para combaterem fugas e capturarem fugitivos do sistema prisional.

Image title

De acordo com o diretor da Escola Penitenciária do Piauí, Jacinto Teles, o curso, que vai até sexta-feira (27), será ministrado em teoria e prática – contando com a colaboração de dois agentes penitenciários do Ceará, especialistas em Estratégica de Segurança Prisional – e seguirá orientações da Lei de Execução Penal e direitos humanos.

“O preso tem uma busca incessante para sair da prisão, a maioria pelas vias legais, mas há outros que tentam pela via ilegal. Nesse sentido, o Estado tem de mantê-los custodiados, coibindo fugas e preparando os profissionais, para fazer com que os presos cumpram sua pena dentro do sistema prisional”, pontua Jacinto Teles.

O secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, observa que, desde janeiro deste ano, a Sejus tem promovido vários cursos de capacitação dos servidores para assegurar o melhor desempenho das atividades do órgão. Para o gestor, o Curso de Rastreamento é de fundamental importância para reforçar as medidas já adotadas para impedir fugas.

“A partir dessa interlocução sobre segurança penitenciária com as instituições de segurança pública e prisional, podemos aperfeiçoar mais o nosso trabalho. Estamos firmando outras parcerias para realizarmos mais cursos, para, assim, formarmos profissionais cada vez melhores”, destaca o secretário de Justiça.

O curso terá carga horária de 36 horas/aula e a parte teórica será realizada na sede Escola Penitenciária, em Teresina. Já as aulas práticas serão ministradas na Expoapi e na Colônia Agrícola Major César Oliveira. Foram disponibilizadas 29 vagas.

Concurso para agentes penitenciários

Daniel Oliveira ressalta que o governador Wellington Dias autorizou a realização de concurso público para agentes penitenciários em 2016, com previsão de 150 vagas iniciais. O edital deve ser lançado ainda neste ano. Em julho, o Governo do Estado promoveu 55 agentes e a Sejus já formulou documento para promover mais de 200 servidores.

Fonte: Ascom