Secretaria deve investir R$ 900 mihões em habitação e saneamento básico no Piauí

Secretaria deve investir R$ 900 mihões em habitação e saneamento básico no Piauí


A Secretaria das Cidades vai investir em grandes projetos para o Estado. De acordo com o secretário Fábio Xavier, a pasta tem em projetos para captação de recursos algo em torno de R$ 900 milhões para serem aplicados em matadouros, calçamento, abastecimento de água simplificado e investimentos também na área de habitação e saneamento básico. “Estamos trabalhando ainda o PNHR (Programa Nacional de Habitação Rural) e o PNHU (Programa Nacional de Habitação Urbana) que são investimentos na área de moradia, juntamente com o Ministério das Cidades. Vamos fazer com que esses projetos cheguem à sociedade piauiense, aos municípios e à comunidade como um todo”, declarou o secretário.

Xavier explicou que o PNHR e PNHU serão investimentos para construção de unidades habitacionais descentralizadas, não como um conjunto habitacional, por exemplo. “Nós podemos construir essas moradias em bairros; não necessariamente em um agrupamento homogêneo. Podemos colocar isso aí em várias regiões dos bairros dos municípios e da capital”, descreveu. O secretário afirmou que estão sendo investidos mais de R$ 2 milhões em matadouros. “Nós temos na Secretaria quinze matadouros contratados, dos quais, quatro já estão terminados e vão ser entregues agora às comunidades. Os outros onze estão em processo de realização. Estamos retomando as obras e o certo é que nós vamos terminar em breve todos os quinze contratos em que mais de dois milhões de reais estão sendo investidos”, descreveu.

Há poucos dias à frente da Secretaria das Cidades, Fábio Xavier destaca a finalização da obra da adutora no município de Anísio de Abreu, que vai beneficiar mais de mil e duzentos piauienses. “Nós tivemos a felicidade de poder concluir essa adutora na nossa gestão. Foi contratada em 2009 e levou seis anos para ser concluída. A Funasa não queria receber porque não tinha alcançado as metas sociais, mas agora, graças à equipe da Secretaria das Cidades, conseguimos solucionar os problemas que existiam. A adutora foi entregue, está sendo recebida semana que vem pela Funasa e vai alcançar algo em torno de mil e duzentas pessoas nas regiões beneficiadas pelas obras”, informou o gestor.

Fábio Xavier falou ainda sobre os principais objetivos da sua gestão. “Nossa meta central é finalizar as obras que estão iniciadas e, concomitante, implementar o plano municipal de saneamento básico nas cidades que ainda não têm, sob pena desses municípios não receberem mais recursos nessa área. Segundo a lei nacional, em dezembro de 2014 já era para ter resolvido esses problemas em todo o país, mas a presidente Dilma prorrogou em virtude da dificuldade dos municípios. Temos agora até dezembro de 2015 para realizar a construção dos planos. A gente sabe que é uma meta difícil de ser alcançada, mas vamos trabalhar fortemente para isso”, assegurou.

O secretário informou ainda que os investimentos em água serão prioritários. “Como uma pessoa que foi criada no interior, acredito muito que o benefício maior para o cidadão do sertão é a água. Toda a nossa condição de trabalho vai ser voltada para o investimento em abastecimento, porque a água é um bem essencial”, finaliza.

Fonte: Jornal Meio Norte