Secretário: "justiça com as próprias mãos não é a saída"

A população ainda precisa acreditar nas instituições, diz ele

O novo secretário estadual de Segurança, Luiz Carlos, esteve no programa Agora, da Rede Meio Norte, desta quinta-feira, 10, e afirmou que as ações na área de Segurança serão constantes, apesar da mudança de gestor. ?O governo continua. Houve a mudança de gestor, mas as ações da polícia não param. Fiquem certos: na medida que forem cometendo crimes serão presos e processados.?

A intenção de praticar justiça com as próprias mãos foi rebatida pelo secretário, que acredita que a atitude não é a melhor opção e que a população ainda precisa acreditar nas instituições. ?Seguramente a justiça com as próprias mãos não é a melhor saída. As pessoas têm que acreditar nas instituições. As Polícias Militar e Civil, estão trabalhando e eu recomendo que as pessoas não partam para essa saída.?

?Lhe afirmo que temos aqui uma Central de Inquéritos que funciona bem, mas o controle social da violência passa por vários segmentos. Há situações em que a família não dá exemplos, a escola que não funciona, essas crianças vão crescendo e terminam caindo nas mãos da polícia. Quando isso acontece a sua vida se torna uma desgraça.?

A intensificação dos serviços vai continuar, segundo ele. ?Nós vamos intensificar os serviços do Ronda Cidadão, vamos evitar as rotas de fuga e vamos usar as barreiras móveis.?

O secretário aponta que o corpo de delegados do Piauí é um dos melhores do Brasil. "Nós temos policiais novos, mas temos os policiais mais antigos que vão atrás, investigam e chegam à autoria. A Polícia Civil do Piauí está se reorganizando. O corpo de delegados que temos é um dos melhores do país. E o sentimento da polícia é de melhorar.







Fonte: Denison Duarte