Secretário fala a deputados sobre obras do Centro de Convenções

As obras continuam a todo vapor

O secretário de Turismo do Piauí, Flávio Nogueira Júnior, participou de uma reunião na sala da Comissão de Constituição e Justiça na Assembléia Legislativa do Piauí (Alepi) para tratar questões relacionadas as obras do Centro de Convenções de Teresina.

Também estiveram presentes na reunião os deputados João de Deus, Evaldo Gomes, Gustavo Neiva, Rubem Martins e Severo Eulálio que buscaram esclarecimentos relacionados a obra.

Na ocasião, o secretário explicou, de forma elencada, detalhes da obra desde o início, após readequação e requalificação e o que interfere em seu andamento. "Se alguém for no centro de Convenções hoje, verá que o trabalho não está parado. As obras continuam a todo vapor. É certo que tem uma parte que está embargada devido a um pedido feito pelo Ministério do Trabalho, mas já fizemos correção e a construtora já apresentou o novo projeto, estamos aguardando a vistoria", explicou.

Nogueira Júnior diz ainda que os questionamentos sobre a obra feitos pelos deputados através da população são importantes, assim como é justo e necessário o esclarecimento já que este é um espaço feito para melhorias de todo Estado. Por isso, a obra é uma das prioridades do Governador Wellington Dias. "Para mim, entregar o Centro de Convenções para população será uma realização não somente como gestor, mas também como cidadão Piauiense. Nós temos o interesse e vamos entregar sim essa obra concluída", finaliza o gestor.

Centro de Convenções
Localizado na Avenida Marechal Castelo Branco, a obra que foi iniciada em 2007, foi retomada em 2015 após cinco anos paralisada devido a descumprimentos do projeto inicial e com o novo projeto que deve ser concluído e entregue em 2017, o Centro de Convenções contará com um auditório com capacidade para 1.200 lugares, dois espaços para estacionamento nos pisos superior e inferior, restaurantes e lanchonetes e ainda dez salas menores para reuniões com capacidade de 60 a 200 pessoas.

Fonte: Com informações do Portal do Governo