Segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa é lançada no Piauí

A primeira etapa da campanha foi realizada em maio deste ano.

O governador Wellington Dias participou, na manhã desta quarta-feira (04), na Fazenda Vale do Leite, da segunda etapa da Vacinação contra a Febre Aftosa 2015. A primeira etapa da campanha foi realizada em maio deste ano e a expectativa para a segunda fase é que todo o rebanho piauiense de bovinos e bubalinos seja imunizado.

A vacinação vai até o dia 30 de novembro e os agropecuaristas têm até o dia 15 de dezembro para fazer a certificação. O Piauí, atualmente, é um estado considerado livre da aftosa com vacinação e a meta para 2015 é vacinar 100% dos animais, o que corresponde a um milhão e setecentos mil animais.

De acordo com o diretor da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), Antoniel de Sousa, a expectativa é continuar mantendo os excelentes números na cobertura da vacinação no estado que, desde 2014, está certificado como zona livre da aftosa, estabelecido pelo Ministério da Agricultura. Na primeira fase, a cobertura atingiu o percentual de 97, 6% do rebanho vacinado.

"O trabalho de conscientização que vem sendo feito com os grandes e pequenos criadores, atividades de educação sanitária e o controle do trânsito de animais têm garantido a proteção dos nossos animais com a segurança de uma carne apropriada para consumo e livre circulação do gado piauiense, vivo ou abatido, por outros estados brasileiros", ressaltou o diretor da Adapi, que informou que a Agência está presente em 182 municípios piauienses.

Segundo o governador Wellington Dias, o Programa Estadual de Erradicação à Febre Aftosa tem como pilares de sustentação a vacinação, uma base cadastral consolidada, atividades de educação sanitária e o controle do trânsito de animais. “O Piauí está, hoje, livre da febre aftosa, mas precisamos proteger as fronteiras para evitar o contágio proveniente de outros estados. Temos que ter também condições de defesa contra riscos. Nesse sentido, Adapi já está mobilizada com laboratórios móveis que percorrem os municípios, realizando procedimentos de prevenção”, garantiu Wellington.

O governador destacou a importância da participação dos criadores no processo. “Essa vacinação aqui em Teresina, na região da Cacimba Velha, é, na verdade, um ato simbólico, mas que representa muito.  Queremos que os criadores possam levar a campanha a sério, ter uma participação forte. Isso melhora o preço do gado. Aquilo que é aplicado em vacina, ele tem de retribuição e segurança na venda de leite e seus derivados e na venda de carne”, ressalta.

O lançamento da segunda etapa da campanha de vacinação contou com a presença do presidente do Conselho Nacional de Medicina Veterinária, Benedito Arruda, e do presidente do Conselho Estadual de Medicina Veterinária, José Wellington Dias.


Image title

Image title

Fonte: Com informações da Assessoria