Segurança pelado atira em PMs, rouba carro, mas acaba preso

Manoel Vitor da Silva Ribeiro, de 23 anos, estava no carro em companhia de uma menor de 17 anos.

O segurança Manoel Vitor da Silva Ribeiro, de 23 anos, foi preso na madrugada desta quarta-feira, após atirar contra policiais do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes), durante uma abordagem na Praia de Grumari, na região da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Nu e em fuga, ele roubou um veículo, mas acabou preso em Barra de Guaratiba, após uma perseguição por cerca de três quilômetros. Ele estava em companhia de uma menor de 17 anos que foi apreendida.

De acordo com a polícia, PMs do 31º BPM estranharam a presença de um Voyage prata estacionado na Praia de Grumari por volta de 1h30. Após os policiais se identificarem e se aproximar para fazer a abordagem, Manoel, que estava nu em companhia de uma mulher, abriu a janela do carro e atirou contra os militares. Ele conseguiu manobrar e fugir do local.

Os militares iniciaram uma perseguição ao veículo que conseguiu abrir grande distância. Para tentar despitar os PMs, Manoel e a acompanhante dele, de 17 anos, abandonaram o carro ainda em Grumari. Nu e armado com uma pistola calibre 380, ele rendeu o motorista de um Montana branco e fugiu em direção a Guaratiba. Pouco depois, a vítima pediu auxílio aos PMs que perseguiam Manoel e indicou a direção de fuga do casal.

Após abrir uma dianteira, Manoel entrou em uma rua sem saída e caiu em um barranco. Os policiais cercaram a área e conseguiram prendê-lo, já vestido. A adolescente também foi apreendida e o carro roubado recuperado. A arma foi encontrada.

Segundo o tenente Da Silva, na 42ª DP (Recreio), onde o caso foi registrado, o segurança aparentava estar sob o efeito de drogas. Segundo ele, no carro do acusado foi encontrado um canudo de uma nota de R$ 2 com resquícios de cocaína. Manoel foi autuado por tentativa de homicídio, roubo e porte ilegal de arma.

Ainda de acordo com o oficial da PM, a adolescente contou que mora com Manoel, mas que vive uma relação instável e complicada com o companheiro, de que se separa rotineiramente. Ela tem dois filhos com o segurança. A menor foi encaminhada para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Fonte: O Dia Online