Sem dinheiro, prefeituras no Brasil desistem de organizar o Carnaval

Em Porto Velho (RO), o Carnaval foi adiado, mas não tem nenhuma previsão para ser realizado

Pelo menos duas capitais e outras dez cidades do País desistiram de organizar desfiles de Carnaval em 2013 alegando falta de recursos, dívidas herdadas das gestões anteriores e falta de tempo para organização da festa. Algumas preferiram reduzir ou até mesmo adiar a folia, segundo informações da Folha de S.Paulo. Florianópolis (SC) e São Luís (MA) cancelaram os desfiles. Nesses municípios, além de Petrópolis (RJ), o dinheiro será repassado para a saúde.

Em Porto Velho (RO), o Carnaval foi adiado, mas não tem nenhuma previsão para ser realizado. Ilhéus (BA) é outra cidade que optou por adiar a festa. Em Diamantina (MG), a tradicional festa foi reduzida, assim como nas paulistas Araraquara, Taubaté e Campinas. Ainda em São Paulo, a folia foi cancelada em São Carlos, Barretos, Caçapava, Guaratinguetá, Lorena e São José dos Campos. O ex-prefeito de Florianópolis, Dário Berger (PMDB), disse que deixou verba reservada, mas a administração que tomou posse discorda do modelo de financiamento. Já a ex-secretária de Cultura de Campinas, Renata Sunega, culpou a falta de organização da gestão anterior. O jornal não localizou os ex-prefeitos das demais cidades.

Fonte: Terra, www.terra.com.br