Semar tenta conter movimento de dunas no litoral

Semar tenta conter movimento de dunas no litoral

Serão gastos no projeto um orçamento no valor de R$1.863.200,67

Não é de hoje que a Região do Litoral piauiense, patrimônio natural, está sofrendo soterramentos por conta do avanço das dunas. Ali onde, além de ser um braço importante da economia e turismo, também é local de sociabilidade da população. Para tentar aplacar este processo foi dado inicio às obras de controle ambiental de dunas na cidade de Ilha Grande.

Serão gastos no projeto um orçamento no valor de R$1.863.200,67, que será desenvolvido com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento PAC 2, por meio da SEMAR (Secretaria de Meio Ambiente). Quarta-feira foi dado inicio às audiências que visam dialogar com a população quanto a importância das obras. Também aconteceu assinatura da ordem de serviço para inicio das obras.

Segundo o secretário de Meio Ambiente Dalton Macambira, serão quatro áreas atendidas, começando pelo Porto de Tatus, entrada para o Delta do Parnaíba. Nessa primeira etapa serão contidos 131 hectares de dunas em uma das áreas mais criticas que ameaça a navegabilidade e o acesso ao Delta do Parnaíba, e terá duração de 24 meses.

Fonte: Sarah Fontenelle